sexta-feira, 11 de junho de 2010

Carlos, o Super Português


Carlos tem por hábito levantar-se por volta das 9 e meia, pois pega ao serviço às 10h. Todos os dias reclama que trabalhar tão cedo é um crime e que não é escravo de ninguém, mas hoje, dia de Portugal, acordou bem humorado. “Finalmente... dia 10!” pensou Carlos ao desligar o despertador, made in China, que marcava 8 horas certas. “Nos feriados é bom acordar cedo, para aproveitar o dia”, murmura ele, muitas vezes, para os colegas.

O feriado de dia 10, dia de Portugal, é especialmente querido para ele, um verdadeiro patriota. Carlos odeia estrangeiros e estrangeirismos. Para ele, o estado degradante da nação deve-se, exclusivamente, “a essa cambada de emigrantes que vem para cá roubar o trabalho aos verdadeiros Portugueses” pensava irritado Carlos.

Mas este dia era dele e dos como ele, “o dia da pátria e dos patriotas” pensou, enquanto abria o seu seu saco de pão Bimbo e espetava duas fatias na sua torradeira Coreana, “nenhum estrangeiro mo vai estragar”

Depois do pequeno almoço, Carlos vestiu-se apressadamente, uns ténis Adidas, t-shirt da Nike e calças Levi's, lavou os dentes com a sua pasta Colgate e saiu de casa, não sem antes se perfumar com o seu Hugo Boss.

Enquanto entrava no seu Seat pensou “tenho mesmo que lavar os vidros do carro, mas também não quero ir gastar dinheiro na lavagem automática do Zé..”. Mais à frente, num semáforo vermelho, apareceu um romeno com uma escova e um balde. 15 minutos depois já se encontrava Carlos no meio da cidade, com os vidros lavadinhos por uns singelos 20 cêntimos. Tentou encontrar um lugar para estacionar, mas não queria gastar dinheiro nos parquímetros. Andou, andou, e nada, até que ao fundo da rua, um arrumador de aparência nórdica lhe faz sinal de que há um lugar livre. Carlos encosta o carro e dá 10 cêntimos ao ucraniano “sempre é mais barato que o parquimetro” pensou.

De seguida, lembrou-se que tinha que comprar pilhas para o comando da tv e também um saca-rolhas, que o dele, comprado há uns largos anos numa feira de artesanato nacional, tinha-se partido. Dirigiu-se então à Baixa, pois lá conhecia uma mega superfície comercial chinesa com preços imbatíveis. Passaram 30 minutos e Carlos já se encontrava numa pastelaria, para tomar a merenda matinal, com as compras ensacadas “1.99 cêntimos... nem foi caro para as pilhas e o saca-rolhas” murmurava consigo mesmo enquanto pedia ao empregado brasileiro um Bollycao.

Depois de passar pelo carro, e deixar o saco com as compras que efectuou nos chineses, Carlos dirigiu-se a um quiosque, onde comprou um maço de Marlboro, e seguiu para o shopping. A sua mãe iria fazer anos dentro de uma semana, assim sendo Carlos iria aproveitar a manhã para lhe comprar o presente de aniversário. Depois de correr a Zara, a Bershka, a Salsa e a Stradivarius, decidiu-se por uma camisola da Benetton. Com isto tudo o seu estômago começava a dar sinal de si. Olhou para o seu relógio, comprado a um marroquino na feira, e constatou que já era meio dia e meia hora.

Subiu então ao andar dos restaurantes, primeiro passou pela Pizza Hut, mas não era isso que lhe apetecia, depois espreitou a Pans & Company... “não, também não é isto”... restaurante Indiano, ÓKilo, “não, já sei... vou ao Macdonalds!”...” Um Big Mac menu com cola”.

Almoço tomado, cigarro fumado... o que fazer? Espreitou o cinema, em exibição estava a “Bela e o Paparazzi” e também o "Iron Man 2". “o cinema português é uma seca... um bilhete para o “Iron Man””. Antes de entrar, Carlos comprou mais uma Cola, pois não gostava de ver filmes a seco.

Terminado o filme, Carlos pegou no seu telemóvel Nokia e ligou para o seu companheiro de luta “então, que fazes?... Óptimo, já aí vou ter!”. 40 minutos depois já se encontrava junto de João, um patriota como ele, no Irish Pub a beber uma Guinness. Falaram de futebol. Carlos afirmava que Messi é o melhor jogador do mundo, já João dizia que este ano Milito tinha sido fantástico. No final ambos concluíram que iriam apoiar a Argentina neste Mundial.

Após mais algumas Guinnes, decidiram ir lanchar. Não estavam com muita fome, por isso foram comer uma chamuça ao Snack Bar Indiano em frente, onde discutiram os problemas da invasão dos produtos espanhóis nos mercados nacionais.

Por fim, por volta da 19 horas separam-se.

Carlos voltava para casa quando se lembrou que não tinha nada para jantar, então, num repente, dirigiu-se ao Lidl, que ficava em caminho e comprou umas pizzas congeladas.
Enquanto jantava, ligou a X-box, comprada já chipada numa loja on-line espanhola que lhe custou menos 60 euros, e jogou um P.E.S.

Por volta das 23 horas desligou jogo e viu a novela brasileira da SIC, que tinha começado a seguir “lá representar sabem os brasileiros” pensou.

De seguida viu o CSI e, por volta da 1 da manhã dirigiu-se para a cama, vestiu o seu pijama favorito, comprado no El Corte Inglés e ajustou o despertador, desgostoso por no dia seguinte voltar ao trabalho.

Antes de dormir ainda exclamou: “se todos os portugueses fizessem como eu, o país estava bem melhor!”.





p.s.- este texto foge um bocado do estilo do blog, mas hoje apeteceu-me diversificar.


16 comentários:

  1. eheh, tal como o Carlos, a nossa Maionese, tambem escreve num serviço de blog's do Google. eheh.

    ResponderEliminar
  2. http://infamias-karocha.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Gostei particularmente da quantidade de publicidade que conseguiste enfiar no texto. LOL

    Se estas empresas não te derem nada é mesmo sinal de má vontade.

    ResponderEliminar
  4. És o maior Carlos. De facto contribuis para o crescimento do PIB em Portugal. HEHEHEHE

    ResponderEliminar
  5. Tudo isso é culpa da globalização!

    Parabéns por mais um texto delicioso.

    ResponderEliminar
  6. Incrível! muito bem escrito!
    especialmente a parte da publicidade lol!
    Existem muitos Carlos neste nosso país, à beira mar prantado...rsrs
    Por isso o Portugal...(masculino)
    está em grande crescimento! Txi!
    Se fose feminino crescia prá frentex lolada
    Ai, meu Deus!
    Maionese és o máximo!
    bgda
    besito

    ResponderEliminar
  7. E para rematar digo-te que vinha eu no carro a ouvir rádio e o programa era sobre a inseminação artificial e qual não é o meu espanto quando o sábio de serviço se estava a queixar que havia falta de esperma e que já estavam a importá-lo. ISTO É MESMO VERDADE, NÃO É TRETA...

    ResponderEliminar
  8. O texto está magnifico!.É mesmo caracteristico do Zé Pimba que muito protesta e nada faz para inverter as coisas.Mas reflectindo bem no texto o que é que existe português?Gr. abraço

    ResponderEliminar
  9. Tipicamente português, sem dúvida.

    ResponderEliminar
  10. Bgda Maionese!
    Não tenho nada publicado...
    o dinheirito é escasso lol
    se me arranjares uma editora! É pá...os de leste tb pedem coisas...ora! ;)e os outros que não são de leste ...
    Eheh
    Besito nesta tarde de sol...mas fria...
    ;)

    ResponderEliminar
  11. Tiro-te o meu boné imaginário ao discernimento intelectual de hoje!

    Posto isto, e em termos low bugget:

    Porque Boss, marca sem graça a puxar ao chunga futebolistico! Não ficava melhor Hermés ou Armani?

    ResponderEliminar
  12. Zara, Berska,... Gant, Decenio, Lacoste era mais apreciável.

    Vamos lá ver: quem é este Carlos resmungão de gostos a dar para o chinelo?

    ResponderEliminar
  13. Depois de adormecer Carlos sonhará com uma diva de Holywood, com aquele carro alemão que nunca irá ter e com as férias no Brasil.

    Um dia percebendo a tristeza de vida que leva decide por fim ao sofrimento nacionalista e com uma Walther Alemã acaba com tudo. Exige no entanto que pelo menos o funeral seja feito pela Servilusa. Soubesse ele que os lusosdaservi eram americanos que se enterrava no jardim.

    Excelente post Maionesa. Continuas a bombar.

    Abraço

    jls

    ResponderEliminar
  14. O Carlos deu um bom exemlo do que é a globalização.

    ResponderEliminar
  15. oh carlos maionese, sabes do que mais gostei neste texto ?

    foi do facto de tu bem teres tentado ires pra comida saudável mas não resististe ao belo do Big Mac!

    eu também sou assim, e olha, se te conforta, ainda hoje foram !

    és um grande patriota man! continua a contribuir para o aumento do pib...

    ResponderEliminar
  16. Parabéns pelo Blog...
    com certeza...
    vou seguir...
    Beijos
    Gentis
    Leca

    ResponderEliminar